A Professora Mariana Marchesi fez um relato sobre a participação da Biomedicina na Missão ao Sertão Nordestino, no mês de julho. Além da Professora, viajaram os alunos da PIO XII Ana Luíza Guimarães Juste, César Carlos da Silva Vieira, Joice Haese Paubel, Derllon Jackson Garcia de Assis Correa, Mayara Moraes de Melo, Dayane Merísio de Paula e Carlos Eduardo Silva dos Santos.

“Após a ida do Pastor Sandro à faculdade PIO XII para esclarecimentos sobre a viagem, a equipe da Biomedicina foi dividida em duas equipes: uma com destino à Chapada de Avelar, Casa Nova – Bahia e a outra equipe para Marruá – Bahia. Já na saída de Vila Velha, dia 9, cada equipe seguiu em seu ônibus juntamente com os demais integrantes da missão.

       A chegada dos dois ônibus foi na Chapada de Avelar na base da igreja local, para o jantar, por volta das 23h do dia 10/07 (2ªf), num total de 32 horas de viagem. Logo após o jantar, a equipe 2 permaneceu na Chapada e a equipe 1 seguiu viagem (por mais 3 horas) até o destino de Marruá – base da igreja, totalizando 35 horas de viagem.

       Antes de iniciarmos as atividades do dia 11/07 tanto em Chapada como Marruá, havia o café da manhã e o devocional (período de louvor e oração a Deus). Após esses momentos as equipes eram divididas para as atividades de Biomedicina, Odontologia, Oficinas de artesanatos, convites para as atividades, Evangelismo, construção de casas, oficinas de esportes, cultos em adoração a Deus à noite, um verdadeiro conjunto de ações em cada vilarejo da região.

      Cada dia saíamos em lugares diferentes para a realização das atividades gerais. A Biomedicina realizava ações voltadas para a aferição de pressão arterial, glicemia, IMC e orientações de saúde – bem-estar à população. Certos atendimentos eram realizados dentro de uma Van (do Instituto Água Viva).

       Nas populações atendidas nos vilarejos visitados, nos deparamos com muitas situações: gravidez precoce na adolescência; abandono dos estudos por essas adolescentes e sem perspectiva de futuro; crianças com suspeita de doenças micológicas e parasitárias; cachorros também com suspeita de doenças parasitárias; crianças brincando na terra em locais que os animais faziam suas necessidades fisiológicas; muitas crianças com o cálculo de IMC baixo (desnutrição); adultos com pressão arterial e glicemia alta; alguns até mesmo sem conhecimento da condição de hipertensos e diabéticos; adultos com obesidade e outras doenças não tratadas de forma adequada; pois relataram dificuldades de acesso aos postos de saúde, farmácia, médicos; condições gerais precárias (ex: casas de ‘pau a pique’, pouquíssimos móveis/eletrodomésticos, convívio das pessoas com os animais no mesmo local, sem condições básicas de higiene, educação, saneamento básico; os animais da região (ex: vacas, bois, bodes, ovelhas, cachorros) magros; boa parte trabalha na agricultura e sem condições adequadas de trabalho/proteção, etc.

Exemplo de locais visitados:

– Em MARRUÁ: Comunidade Alegre, assentamento Abril Vermelho, Pau Preto e Bebedouro Grande, Gangorra, Lagoa do Boi, Manga II, Panelas.

– Em CHAPADA DE AVELAR: Junco, Recreio 1 e 2, Serrote.

A viagem para o Sertão Nordestino foi um marco em nossas vidas. Nos deparamos com um povo sofrido principalmente pela seca na região e a falta de perspectiva de vida, que necessita de carinho, atenção, informações desde a saúde ao evangelho de Cristo. Mas também vimos um povo muito receptivo, amoroso, atencioso com a nossa presença. Inúmeras experiências vividas naquele lugar. E em cada pedacinho de terra que passamos contribuímos com a nossa solidariedade, amor, alegria em ajudar ao próximo. Nos sentimos retribuídos e realizados em saber que fizemos com o coração e despertamos ações transformadoras, levando esperança, sonhos, alegrias em cada olhar. Missão linda, orgulho de termos feito parte dessa missão, da vida das pessoas nos locais que passamos. Voltamos para casa renovados e muito feliz por todo trabalho realizado em prol da população local. Valeu a pena! Gratidão.

Agradecimentos imensamente a Deus pela oportunidade que nos deu de irmos ao Sertão. A Primeira Igreja Batista de Vila Batista – V.Velha, na pessoa do Pastor Alequisandre Santoro (Pr. Sandro) pelo convite e carinho a nós da Biomedicina. A nossa amada instituição (Faculdade PIO XII) que nos deu todo apoio nesta viagem ao Sertão. E a todos os voluntários da missão, que nos fez sentirmos parte da família. Nossos sinceros agradecimentos!”