Nosso aluno do 8º Período do curso de Biomedicina, Wedson Correa dos Santos, participou do Congresso Mundial de Fisiologia, no Rio de Janeiro, e também do Curso de férias da UNIFESP.

No “World Congress of the International Union of Physiological Sciences” (Congresso Mundial de Fisiologia), de 1º a 5 de agosto, Wedson apresentou um trabalho de pesquisa com o título “Association of Serum Uric Acid with cardiovascular risk factors in Children and Adolescents”. “Fisiologia é a principal área de estudo em minha iniciação científica na UFES e ELSA BRASIL no programa de pós-graduação em Ciências Fisiológicas. Tive a oportunidade de representar a UFES juntamente com a Dra. Stephanie Moulin e Dr. José Geraldo Mill (pesquisadores e cardiologistas), apresentando em Banner um de nossos trabalhos de pesquisa. Trabalho semelhante foi realizado em Angola pelo nosso orientador Dr. Mill e colaboradores, e agora estamos realizando em crianças e adolescentes na Grande Vitória-ES, verificando a associação entre ácido úrico e fatores de risco para doenças cardiovasculares em crianças e adolescentes”, explica Wedson.

“Foi um grande desafio, pois a língua oficial era o inglês e a apresentação era para pesquisadores vindos de diversos países. Pude também representar a minha ‘casa’, Faculdade PIO XII. Creio que estamos vivendo um grande avanço científico, tanto qualitativo quanto quantitativo na PIO XII”, ressalta.

O Coordenador Geral, Professor Marcelo Loyola, concorda. “A pesquisa científica sempre foi uma de nossas prioridades na PIO XII, e cada vez mais nossos alunos e professores têm conseguido grandes publicações e participações em congressos de importância nacional e internacional. Parabenizo o Wedson”, comemora.

Curso de férias

Antes do Congresso, de 10 a 21 de julho, Wedson participou do II Curso de Inverno, do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia, Imunologia e Parasitologia, na UNIFESP, Escola Paulista de Medicina, em São Paulo. No ano passado, ele participou do primeiro, de Farmacologia.

“Tivemos aulas ministradas pelos alunos de mestrado e doutorado do programa, juntamente com seus orientadores. Entre os temas estudados e discutidos em sala de sala estavam:  microbiota, imunidade contra vírus, micologias de importância médica, mecanismos de evasão de parasitos, microbiologia de importância médica, produção de vacinas e outros. Eram aulas teóricas pela manhã, e práticas à tarde”, explica.

Wedson teve a oportunidade de estagiar no laboratório de imunologia, sob supervisão da  Dra. Ieda Maugéri, que trabalha com células da imunidade e produção de vacinas. Também participou do projeto de pesquisa que avalia o papel cardio protetor de Linfócitos B em pacientes infartados, utilizando técnicas como ELISA (Enzyme Linked Immunono Sorbent Assay), citometria de fluxo e cultura celular; e também foi ao Incor (Instituto do Coração-USP).

“Resumindo, estes dias foram incríveis, pude conhecer intimamente o que muitas vezes não é possível abordar em sala de aula, devido ao tempo ou técnica, até mesmo pelo fato de a cada dia surgirem novidades e pesquisas novas na área das Ciências”, conta.

Parabéns, Wedson, pelas atividades realizadas e pela busca de crescimento acadêmico e profissional!