Acadêmicas fazem TCC sobre carros apreendidos pelo Detran

Você já parou para pensar para onde vão os carros apreendidos pelo Detran que os donos não vão buscar? As acadêmicas do 6º Período do curso de Administração da PIO XII foram atrás da resposta. O tema do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Mariana Waiandt, Ramony Correa e Yasmin Tessaro é “Sustentabilidade nas Organizações: um estudo de caso no Detran-ES”.

“A ideia surgiu em sala de aula, e uma colega nossa que trabalha no Detran deu todo apoio, dizendo que a instituição começa, a partir do ano que vem, um projeto que visa eliminar as sucatas de todos os pátios do Detran no Estado”, explicou Yasmim Tessaro. Ela e as companheiras de TCC visitaram o Detran e se reuniram com o Coordenador de Remoção e Depósito de Veículos do Detran-ES, Sr. Jadir Tosta, para saber mais sobre o projeto.

reunião detransite

A ideia do projeto é despachar mais de 30 mil carros espalhados em pátios do Detran por todo o Espírito Santo. “Eles pretendem repassar a sucata para instituições que trabalham com reciclagem, além de repassar, também, o óleo e outros elementos dos veículos, a fim de que todas as partes dos carros sejam eliminadas do Meio Ambiente”.

Entenda o porquê de tanta sucata 

De acordo com a acadêmica Yasmim, quando um carro é apreendido, ele fica 90 dias no Detran. Depois desse tempo, o órgão entra em contato com o proprietário, caso ele não busque o veículo, é feito um leilão do automóvel. Só que, infelizmente, muitos não são comprados e vão para os pátios do Detran, que são verdadeiros depósitos de veículos.  “ Existem carros que estão lá (nos pátios) há muitos anos, mas isso vai acabar quando o Detran começar o projeto no ano que vem”, concluiu a acadêmica. “E, o nosso TCC, consiste em  acompanhar todo esse processo”, explicou Yasmim.

O trabalho das alunas é orientado pelo Professor da PIO XII Alexandre Iúnes.

A PIO XII parabeniza as acadêmicas pela iniciativa.

 

Acadêmicas fazem TCC sobre carros apreendidos pelo Detran

Você já parou para pensar para onde vão os carros apreendidos pelo Detran que os donos não vão buscar? As acadêmicas do 6º Período do curso de Administração da PIO XII foram atrás da resposta. O tema do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Mariana Waiandt, Ramony Correa e Yasmin Tessaro é “Sustentabilidade nas Organizações: um estudo de caso no Detran-ES”.

“A ideia surgiu em sala de aula, e uma colega nossa que trabalha no Detran deu todo apoio, dizendo que a instituição começa, a partir do ano que vem, um projeto que visa eliminar as sucatas de todos os pátios do Detran no Estado”, explicou Yasmim Tessaro. Ela e as companheiras de TCC visitaram o Detran e se reuniram com o Coordenador de Remoção e Depósito de Veículos do Detran-ES, Sr. Jadir Tosta, para saber mais sobre o projeto.

reunião detransite

A ideia do projeto é despachar mais de 30 mil carros espalhados em pátios do Detran por todo o Espírito Santo. “Eles pretendem repassar a sucata para instituições que trabalham com reciclagem, além de repassar, também, o óleo e outros elementos dos veículos, a fim de que todas as partes dos carros sejam eliminadas do Meio Ambiente”.

Entenda o porquê de tanta sucata 

De acordo com a acadêmica Yasmim, quando um carro é apreendido, ele fica 90 dias no Detran. Depois desse tempo, o órgão entra em contato com o proprietário, caso ele não busque o veículo, é feito um leilão do automóvel. Só que, infelizmente, muitos não são comprados e vão para os pátios do Detran, que são verdadeiros depósitos de veículos.  “ Existem carros que estão lá (nos pátios) há muitos anos, mas isso vai acabar quando o Detran começar o projeto no ano que vem”, concluiu a acadêmica. “E, o nosso TCC, consiste em  acompanhar todo esse processo”, explicou Yasmim.

O trabalho das alunas é orientado pelo Professor da PIO XII Alexandre Iúnes.

A PIO XII parabeniza as acadêmicas pela iniciativa.

 

×

Olá, seja bem-vindo(a)!

Entre em contato agora com nossa equipe.

× Como posso te ajudar?