Quase 20 mil pessoas estão fora de casa por causa da chuva; previsão é de mais temporal

Quase 20 mil pessoas estão fora de suas casas em decorrência de inundações e deslizamentos de terra. Segundo a Defesa Civil, a forte chuva que atingiu a Grande Vitória por volta de 17h desta quinta-feira voltou a causar transtornos na Grande Vitória.

Até o início da tarde desta sexta-feira (20), 19.776 pessoas que precisaram deixar suas casas, sendo 3.225 desabrigados e 16.551 desalojados.

Três pessoas morreram no Estado por causa das chuvas: uma no município de Colatina, outra em Nova Venécia e a terceira, em Baixo Guandu.

Dos 40 municípios afetados, 22 municípios estão elaborando documentação para decretar situação de anormalidade (Situação de Emergência ou Estado de Calamidade Pública) devido as fortes chuvas.

São eles: Água Doce do Norte, Rio Bananal, Castelo, Bom Jesus do Norte, Vargem Alta, Cachoeiro de Itapemirim, Ecoporanga, Mimoso do Sul, Laranja da Terra, São Domingos do Norte, Viana, Conceição do Castelo, Águia Branca, Alto Rio Novo, Barra de São Francisco, Nova Venécia, Ibatiba, São Gabriel da Palha, Pancas, Vila Pavão, Linhares e Mantenópolis. Mais municípios estão avaliando os prejuízos e posteriormente poderão decretar.
Os municípios mais afetados são: Cariacica, Viana, Vila Velha, Serra, Vitória, Afonso Claudio, Itaguaçu, Conceição do Castelo, Itarana, Muniz Freire, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Castelo, Laranja da Terra, Vargem Alta, Agua Doce do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Colatina, Conceição da Barra, Fundão, João Neiva, Linhares, Ibiraçu, Mantenópolis, Nova Venécia, Pancas, Rio Bananal, São Domingos do Norte, São Mateus, Vila Pavão, Vila Valério, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari, Ibatiba e Jeronimo Monteiro.

A Secretaria Nacional de Defesa Civil emitiu alertas de inundação e deslizamento de terra para vários municípios, com o objetivo de prevenir desastres.

Aviso meteorológico especial

Segundo o Incaper, apesar dos períodos de melhoria observados nesta manhã de sexta-feira (20), em boa parte do Estado, a chuva segue intermitente nos próximos dias.

Esta chuva ainda pode causar transtornos em determinados trechos, em virtude do grande volume de precipitação observado nos últimos dias e a previsão de mais valores significativos (superando os 150 mm) entre o fim da tarde desta sexta (20) e o domingo (22). Neste período, as chances de chuva mais forte só são menores na divisa com o Rio de Janeiro.

Quase 20 mil pessoas estão fora de casa por causa da chuva; previsão é de mais temporal

Quase 20 mil pessoas estão fora de suas casas em decorrência de inundações e deslizamentos de terra. Segundo a Defesa Civil, a forte chuva que atingiu a Grande Vitória por volta de 17h desta quinta-feira voltou a causar transtornos na Grande Vitória.

Até o início da tarde desta sexta-feira (20), 19.776 pessoas que precisaram deixar suas casas, sendo 3.225 desabrigados e 16.551 desalojados.

Três pessoas morreram no Estado por causa das chuvas: uma no município de Colatina, outra em Nova Venécia e a terceira, em Baixo Guandu.

Dos 40 municípios afetados, 22 municípios estão elaborando documentação para decretar situação de anormalidade (Situação de Emergência ou Estado de Calamidade Pública) devido as fortes chuvas.

São eles: Água Doce do Norte, Rio Bananal, Castelo, Bom Jesus do Norte, Vargem Alta, Cachoeiro de Itapemirim, Ecoporanga, Mimoso do Sul, Laranja da Terra, São Domingos do Norte, Viana, Conceição do Castelo, Águia Branca, Alto Rio Novo, Barra de São Francisco, Nova Venécia, Ibatiba, São Gabriel da Palha, Pancas, Vila Pavão, Linhares e Mantenópolis. Mais municípios estão avaliando os prejuízos e posteriormente poderão decretar.
Os municípios mais afetados são: Cariacica, Viana, Vila Velha, Serra, Vitória, Afonso Claudio, Itaguaçu, Conceição do Castelo, Itarana, Muniz Freire, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Castelo, Laranja da Terra, Vargem Alta, Agua Doce do Norte, Águia Branca, Alto Rio Novo, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Colatina, Conceição da Barra, Fundão, João Neiva, Linhares, Ibiraçu, Mantenópolis, Nova Venécia, Pancas, Rio Bananal, São Domingos do Norte, São Mateus, Vila Pavão, Vila Valério, Bom Jesus do Norte, Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari, Ibatiba e Jeronimo Monteiro.

A Secretaria Nacional de Defesa Civil emitiu alertas de inundação e deslizamento de terra para vários municípios, com o objetivo de prevenir desastres.

Aviso meteorológico especial

Segundo o Incaper, apesar dos períodos de melhoria observados nesta manhã de sexta-feira (20), em boa parte do Estado, a chuva segue intermitente nos próximos dias.

Esta chuva ainda pode causar transtornos em determinados trechos, em virtude do grande volume de precipitação observado nos últimos dias e a previsão de mais valores significativos (superando os 150 mm) entre o fim da tarde desta sexta (20) e o domingo (22). Neste período, as chances de chuva mais forte só são menores na divisa com o Rio de Janeiro.