Promotora e Advogado fecham 7º Seminário de Carreiras Jurídicas

O segundo dia do 7º Seminário de Carreiras Jurídicas da Faculdade PIO XII contou com a participação de mais dois convidados especiais: a Promotora de Justiça Maria Clara Mendonça Perim e o Advogado Felipe Rizk.

Na primeira fala, Maria Clara falou sobre “O Ministério Público Brasileiro e suas funções: um desafio de protagonismo”. O profissional da área luta pela construção da cidadania e da justiça social. “A função do Ministério Público é transformar, com justiça, a realidade social”.

A Promotora destacou que normalmente começa-se a atuar no interior, onde o profissional tem que realizar todas as atividades do Direito, desde o direito do consumidor, à improbidade do prefeito ou à saúde da população. “Apesar de bom salário e status, você tem que ficar longe da sua família e trabalhar em matérias que não são exatamente suas afinidades”, explica. “Quando em grandes cidades, as comarcas são maiores, e há mais divisões. Atualmente atuo no grupo de ‘Combate à corrupção'”, completa.

Na segunda palestra, o Advogado Felipe Itala Rizk falou sobre “A advocacia privada e seus desafios”. “O maior obstáculo que temos hoje é a inserção no mercado de trabalho, por meio da captação de clientes, pelo fato em especial de estarmos num País onde existem cerca de 950 mil Advogados”, revela. Rizk ainda traz outro dado intimidante. “Há um advogado para cada 217 habitantes. É uma desproporção muito grande, se comparada a outras carreiras”.

Apesar de muitos Advogados no mercado, o aluno Vinicius da Silva Santos, 3º Período de Direito, se inclinou a se tornar mais um. “As duas palestras foram ótimas, esclarecedoras. Mas, a profissão de Advogado me parece mais motivadora. É mais instigante”, aponta.

Seminario-Carreiras-Juridicas-16-6 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-7 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-8 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-9 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-10

 

 

Promotora e Advogado fecham 7º Seminário de Carreiras Jurídicas

O segundo dia do 7º Seminário de Carreiras Jurídicas da Faculdade PIO XII contou com a participação de mais dois convidados especiais: a Promotora de Justiça Maria Clara Mendonça Perim e o Advogado Felipe Rizk.

Na primeira fala, Maria Clara falou sobre “O Ministério Público Brasileiro e suas funções: um desafio de protagonismo”. O profissional da área luta pela construção da cidadania e da justiça social. “A função do Ministério Público é transformar, com justiça, a realidade social”.

A Promotora destacou que normalmente começa-se a atuar no interior, onde o profissional tem que realizar todas as atividades do Direito, desde o direito do consumidor, à improbidade do prefeito ou à saúde da população. “Apesar de bom salário e status, você tem que ficar longe da sua família e trabalhar em matérias que não são exatamente suas afinidades”, explica. “Quando em grandes cidades, as comarcas são maiores, e há mais divisões. Atualmente atuo no grupo de ‘Combate à corrupção'”, completa.

Na segunda palestra, o Advogado Felipe Itala Rizk falou sobre “A advocacia privada e seus desafios”. “O maior obstáculo que temos hoje é a inserção no mercado de trabalho, por meio da captação de clientes, pelo fato em especial de estarmos num País onde existem cerca de 950 mil Advogados”, revela. Rizk ainda traz outro dado intimidante. “Há um advogado para cada 217 habitantes. É uma desproporção muito grande, se comparada a outras carreiras”.

Apesar de muitos Advogados no mercado, o aluno Vinicius da Silva Santos, 3º Período de Direito, se inclinou a se tornar mais um. “As duas palestras foram ótimas, esclarecedoras. Mas, a profissão de Advogado me parece mais motivadora. É mais instigante”, aponta.

Seminario-Carreiras-Juridicas-16-6 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-7 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-8 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-9 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-10