A Professora Sigrid Costa Valbão participa de reportagem especial do jornal A Gazeta desta segunda-feira, 28 de março, sobre a lama com rejeitos de minério que atingiu o Rio Doce devido ao rompimento de uma barragem da Samarco.

A matéria diz que “Peixes no Rio Doce apresentam contaminação até 140 vezes acima do limite”. Sigrid dá aula de Ecologia e Análise na Faculdade PIO XII e explicou que ocorre na região a chamada bioacumulação. “Algumas substâncias tóxicas que não são metabolizadas acabam se acumulando no organismos dos seres”.

O problema, explica ela, é que os metais tóxicos atingem vias metabólicas de nosso corpo e reagem alterando reações químicas, nos causando problemas. “Os metais tóxicos induzem a produção de radicais livres, que prejudicam as nossas células e complicam a nossa saúde”, diz, lembrando que em excesso eles podem causar várias doenças, inclusive câncer.

Confira a matéria na edição do Jornal A Gazeta em nossa Biblioteca ou no site Gazeta Online.
agazeta-28-03-16-Sigrid