PIO XII TERÁ MAIS DOIS NOVOS CURSOS: ENGENHARIA CIVIL E ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

A PIO XII está em festa NOVAMENTE! Teremos mais dois novos cursos de graduação, além do de Psicologia: Engenharia Civil e Engenharia de Produção. A notícia foi publicada pelo MEC, o Ministério da Educação, nesta quarta-feira, 20 de abril. A Portaria de Autorização nº 31, de 11 de fevereiro de 2016, foi publicada no Diário Oficial da União no dia 15 de fevereiro.

Os cursos, que têm duração de 5 anos, já devem começar no próximo semestre, ou seja, os candidatos já poderão se inscrever no processo seletivo de junho. A Coordenação de “Civil” será do Engenheiro Ivan Bráulio Freire Bastos; enquanto a “de Produção” será do Engenheiro Jailer Aguiar Lage.

Breve, divulgaremos mais informações.

Engenharia Civil – O engenheiro civil projeta, gerencia e executa obras como casas, prédios, pontes, viadutos, estradas e barragens. Ele acompanha todas as etapas de uma construção ou reforma, da análise do solo e estudo da insolação e da ventilação do local até a definição dos tipos de fundação e os acabamentos. Especifica as redes de instalações elétricas, hidráulicas e de saneamento do edifício e define o material a ser usado. Chefia as equipes de trabalho, supervisionando prazos, custos, padrões de qualidade e de segurança. Cabe a ele garantir a estabilidade e a segurança da edificação, calculando os efeitos dos ventos e das mudanças de temperatura na resistência dos materiais usados na construção. Este profissional também pode se dedicar à administração de recursos prediais, gerenciando a infraestrutura e a ocupação de um edifício.

Engenharia de Produção – O engenheiro de produção é peça fundamental em indústrias e empresas de quase todos os setores. Ele gerencia os recursos humanos, financeiros e materiais de uma empresa, com o objetivo de aumentar sua produtividade e rentabilidade. Sua formação associa conhecimento de engenharia a técnicas de administração e fundamentos de economia e engenharia, preparando-o para adotar procedimentos e métodos que racionalizam o trabalho, aperfeiçoam técnicas de produção e ordenam as atividades financeiras, logísticas e comerciais de uma organização. Define a melhor forma de integrar mão de obra, equipamentos e matéria-prima, a fim de avançar na qualidade e aumentar a produtividade. Por atuar como elo entre os setores técnicos e administrativos, seu campo de trabalho ultrapassa os limites da indústria. O especialista em economia empresarial, por exemplo, costuma ser contratado por bancos para montar carteiras de investimentos. Este profissional é requisitado, também, por empresas prestadoras de serviços para definir funções e planejar escalas de trabalho.

Facebook Engenharia Civil e Engenharia de Produção

PIO XII TERÁ MAIS DOIS NOVOS CURSOS: ENGENHARIA CIVIL E ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

A PIO XII está em festa NOVAMENTE! Teremos mais dois novos cursos de graduação, além do de Psicologia: Engenharia Civil e Engenharia de Produção. A notícia foi publicada pelo MEC, o Ministério da Educação, nesta quarta-feira, 20 de abril. A Portaria de Autorização nº 31, de 11 de fevereiro de 2016, foi publicada no Diário Oficial da União no dia 15 de fevereiro.

Os cursos, que têm duração de 5 anos, já devem começar no próximo semestre, ou seja, os candidatos já poderão se inscrever no processo seletivo de junho. A Coordenação de “Civil” será do Engenheiro Ivan Bráulio Freire Bastos; enquanto a “de Produção” será do Engenheiro Jailer Aguiar Lage.

Breve, divulgaremos mais informações.

Engenharia Civil – O engenheiro civil projeta, gerencia e executa obras como casas, prédios, pontes, viadutos, estradas e barragens. Ele acompanha todas as etapas de uma construção ou reforma, da análise do solo e estudo da insolação e da ventilação do local até a definição dos tipos de fundação e os acabamentos. Especifica as redes de instalações elétricas, hidráulicas e de saneamento do edifício e define o material a ser usado. Chefia as equipes de trabalho, supervisionando prazos, custos, padrões de qualidade e de segurança. Cabe a ele garantir a estabilidade e a segurança da edificação, calculando os efeitos dos ventos e das mudanças de temperatura na resistência dos materiais usados na construção. Este profissional também pode se dedicar à administração de recursos prediais, gerenciando a infraestrutura e a ocupação de um edifício.

Engenharia de Produção – O engenheiro de produção é peça fundamental em indústrias e empresas de quase todos os setores. Ele gerencia os recursos humanos, financeiros e materiais de uma empresa, com o objetivo de aumentar sua produtividade e rentabilidade. Sua formação associa conhecimento de engenharia a técnicas de administração e fundamentos de economia e engenharia, preparando-o para adotar procedimentos e métodos que racionalizam o trabalho, aperfeiçoam técnicas de produção e ordenam as atividades financeiras, logísticas e comerciais de uma organização. Define a melhor forma de integrar mão de obra, equipamentos e matéria-prima, a fim de avançar na qualidade e aumentar a produtividade. Por atuar como elo entre os setores técnicos e administrativos, seu campo de trabalho ultrapassa os limites da indústria. O especialista em economia empresarial, por exemplo, costuma ser contratado por bancos para montar carteiras de investimentos. Este profissional é requisitado, também, por empresas prestadoras de serviços para definir funções e planejar escalas de trabalho.

Facebook Engenharia Civil e Engenharia de Produção