Jovens mais ricos deixam de ser maioria no ensino superior

São Paulo – O acesso ao ensino superior está cada vez mais democrático no país. Segundo o IBGE, entre 2004 e 2013, os estudantes mais ricos deixaram de ser maioria nas universidades.

Em 2004, os estudantes que fazem parte da parcela dos 20% mais ricos do país ocupavam 55% das vagas das universidades públicas e 69% das particulares. Quase 10 anos depois, estes números caíram para 39% e 43%, respectivamente.

Há, no entanto, uma grande disparidade no acesso ao ensino universitário quando é levada em consideração a cor ou raça do estudante. Enquanto quase 70% dos estudantes brancos entre 18 e 24 anos estão na faculdade, apenas 40% dos negros ou pardos chegaram lá – este número é menor que o de jovens brancos que, há 10 anos atrás, já cursavam o ensino superior.

Dobra o número de formados

O Brasil tem 31,3 milhões de jovens entre 25 e 34 anos de idade. Destes, apenas 15% já concluíram o ensino superior – o que coloca o país na última posição na comparação com os países da OCDE (Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Apesar de baixo, o número praticamente dobrou nos últimos 10 anos. Segundo dados do PNAD, em 2004, só 8% já haviam cursado uma faculdade.

Os dados, que fazem parte da Síntese de Indicadores Sociais, foram divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira.

SITESITE

Fonte: EXAME

Jovens mais ricos deixam de ser maioria no ensino superior

São Paulo – O acesso ao ensino superior está cada vez mais democrático no país. Segundo o IBGE, entre 2004 e 2013, os estudantes mais ricos deixaram de ser maioria nas universidades.

Em 2004, os estudantes que fazem parte da parcela dos 20% mais ricos do país ocupavam 55% das vagas das universidades públicas e 69% das particulares. Quase 10 anos depois, estes números caíram para 39% e 43%, respectivamente.

Há, no entanto, uma grande disparidade no acesso ao ensino universitário quando é levada em consideração a cor ou raça do estudante. Enquanto quase 70% dos estudantes brancos entre 18 e 24 anos estão na faculdade, apenas 40% dos negros ou pardos chegaram lá – este número é menor que o de jovens brancos que, há 10 anos atrás, já cursavam o ensino superior.

Dobra o número de formados

O Brasil tem 31,3 milhões de jovens entre 25 e 34 anos de idade. Destes, apenas 15% já concluíram o ensino superior – o que coloca o país na última posição na comparação com os países da OCDE (Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Apesar de baixo, o número praticamente dobrou nos últimos 10 anos. Segundo dados do PNAD, em 2004, só 8% já haviam cursado uma faculdade.

Os dados, que fazem parte da Síntese de Indicadores Sociais, foram divulgados pelo IBGE nesta quarta-feira.

SITESITE

Fonte: EXAME