Atenção, alunos! Financiar faculdade pelo Fies fica mais difícil

Para conseguir o financiamento, estudantes precisam obter pelo menos 450 pontos no Enem

As novas regras para utilização do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) vão dificultar o acesso de muitos estudantes ao ensino superior. Além da exigência de uma pontuação mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o candidato não poderá ter zerado a nota da prova de redação.

As mudanças foram publicadas no final do ano passado e já estão valendo para quem solicitar o Fies a partir de 2015. Quem terminou o ensino médio antes de 2010 não precisa ter a nota mínima, mas deve informar essa condição ao se inscrever no Fies.

O problema, destaca Cleonara Schwartz, doutora em Educação da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), é que as faculdades públicas não absorvem a demanda de candidatos aos cursos superiores: “Hoje são as faculdades particulares que formam a maioria dos profissionais, em diferentes áreas, por terem uma maior oferta de vagas”.

Na avaliação dela, o impacto será grande na formação em nível superior. “Muitos estudantes, por não contar com essa linha de financiamento, vão desistir de um curso superior”, destaca.

Medidas que impactam ainda mais após a divulgação do resultado do Enem, em que mais de 529 mil alunos que não conseguiram pontuar na prova dissertativa do exame.

Por outro lado, no que se refere à pontuação mínima, os 450 pontos das provas objetivas correspondem ao mínimo exigido para o candidato que ainda não concluiu o ensino médio consiga o certificado de conclusão desta etapa, mesmo sem realizar um curso supletivo. O representantes dos estabelecimentos de ensino superior estão solicitando ao Ministério da Educação que as regras sejam alteradas.

As mudanças

Validade – Anunciadas no final do ano passado, as mudanças para uso do Fies e, dele junto com o Prouni, já estão valendo.

Prazo – A regra de pontuação mínima no Enem vale somente para quem solicitar o Fies a partir de 2015. Quem terminou o ensino médio antes de 2010 não precisa ter a nota mínima, mas deve informar essa condição ao se inscrever no Fies e comprovar sua situação.

Enem
Pontuação mínima – O candidato terá que ter feito no mínimo 450 pontos no Enem para ter acesso ao financiamento

Nota – Terá ainda que ter obtido nota maior do que zero na prova de redação.

ProUni
Acumulação – Proíbe que o aluno acumule bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni) e o financiamento em cursos diferentes.

Soma – Só poderá ter os dois benefícios se o financiamento for para o mesmo curso e mesma faculdade onde tem a bolsa de 50% do ProUni e se a soma dos dois não ultrapassar o valor da mensalidade com desconto.

Fonte: Gazeta Online

Atenção, alunos! Financiar faculdade pelo Fies fica mais difícil

Para conseguir o financiamento, estudantes precisam obter pelo menos 450 pontos no Enem

As novas regras para utilização do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) vão dificultar o acesso de muitos estudantes ao ensino superior. Além da exigência de uma pontuação mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o candidato não poderá ter zerado a nota da prova de redação.

As mudanças foram publicadas no final do ano passado e já estão valendo para quem solicitar o Fies a partir de 2015. Quem terminou o ensino médio antes de 2010 não precisa ter a nota mínima, mas deve informar essa condição ao se inscrever no Fies.

O problema, destaca Cleonara Schwartz, doutora em Educação da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), é que as faculdades públicas não absorvem a demanda de candidatos aos cursos superiores: “Hoje são as faculdades particulares que formam a maioria dos profissionais, em diferentes áreas, por terem uma maior oferta de vagas”.

Na avaliação dela, o impacto será grande na formação em nível superior. “Muitos estudantes, por não contar com essa linha de financiamento, vão desistir de um curso superior”, destaca.

Medidas que impactam ainda mais após a divulgação do resultado do Enem, em que mais de 529 mil alunos que não conseguiram pontuar na prova dissertativa do exame.

Por outro lado, no que se refere à pontuação mínima, os 450 pontos das provas objetivas correspondem ao mínimo exigido para o candidato que ainda não concluiu o ensino médio consiga o certificado de conclusão desta etapa, mesmo sem realizar um curso supletivo. O representantes dos estabelecimentos de ensino superior estão solicitando ao Ministério da Educação que as regras sejam alteradas.

As mudanças

Validade – Anunciadas no final do ano passado, as mudanças para uso do Fies e, dele junto com o Prouni, já estão valendo.

Prazo – A regra de pontuação mínima no Enem vale somente para quem solicitar o Fies a partir de 2015. Quem terminou o ensino médio antes de 2010 não precisa ter a nota mínima, mas deve informar essa condição ao se inscrever no Fies e comprovar sua situação.

Enem
Pontuação mínima – O candidato terá que ter feito no mínimo 450 pontos no Enem para ter acesso ao financiamento

Nota – Terá ainda que ter obtido nota maior do que zero na prova de redação.

ProUni
Acumulação – Proíbe que o aluno acumule bolsa do Programa Universidade para Todos (ProUni) e o financiamento em cursos diferentes.

Soma – Só poderá ter os dois benefícios se o financiamento for para o mesmo curso e mesma faculdade onde tem a bolsa de 50% do ProUni e se a soma dos dois não ultrapassar o valor da mensalidade com desconto.

Fonte: Gazeta Online