Em 2021, pela primeira vez na história, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terá também uma versão digital. A prova será aplicada via computador para cerca de 96 mil estudantes que optaram pela modalidade. Os demais inscritos farão o exame no formato impresso.

Como vai funcionar?

O Enem Digital é a versão informatizada do Enem. Sendo assim, a estrutura do exame continua a mesma do impresso. Serão 2 dias de provas com 180 questões divididas em quatro provas objetivas – Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias –além de uma redação discursiva.

As questões de múltipla escolha serão lidas e respondidas diretamente no computador. Contudo, a redação será em formato impresso e seguirá as mesmas recomendações dos anos anteriores. Por isso, aqueles que irão fazer a prova digitalmente ainda precisam portar caneta esferográfica preta no dia do exame.

 

Aplicação do exame digital

As provas do Enem Digital serão aplicadas em dois domingos: 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Igualmente ao modelo tradicional, o candidato fará o exame em uma das instituições determinadas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). No local da prova serão disponibilizados computadores somente com acesso ao exame, sem conexão com a internet ou aplicativos.

O primeiro dia do exame será destinado para as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação, Ciências Humanas e suas Tecnologias e terá duração de 5 horas e 30 minutos. Já no segundo dia serão aplicadas as provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias com duração de cinco horas.

É importante que o candidato esteja atento aos horários de abertura e fechamento dos portões do local de prova. Tradicionalmente, eles são abertos às 12h e fechados às 13h. Contudo, as provas só começam a ser distribuídas às 13h30.

O resultado do Enem Digital será divulgado dia 29 de março de 2021.