Em que realmente vale a pena gastar?

Certo dia um sábio e seus seguidores resolveram criar uma área de retiro, bem longe da cidade, onde estariam distantes dos problemas do dia a dia. Além disso, poderiam deixar seus filhos brincar sem preocupações, livres e em segurança. Assim, passariam os finais de semana em silêncio, meditando e conversando sobre assuntos que lhes interessassem.

A decisão do grupo foi comprar uma grande área rural e nela construir o que passaram a chamar de “Clube de Campo”. Lá construíram casas modulares, sede, quiosques para churrasqueiras, lagos e piscinas. Plantaram uma grande extensão de grama e muitas árvores no que antes era um pasto. Também tomaram o cuidado de fazer uma pavimentação adequada para as ruas, de forma que os carros não atolassem na chuva nem levantassem poeira na estiagem. Contudo, ao final de um longo processo, eles se deram conta de que faltavam caminhos apropriados para as pessoas se deslocarem a pé pelo clube.

Logo os seguidores apresentaram ao sábio vários projetos de calçamento, com muitas alternativas para os pedestres. Alguns projetos simples, outros sofisticados, outros até mesmo significados. Enfim, muitas soluções para a necessidade recém percebida. Pacientemente o sábio recebeu e analisou cada uma dessas sugestões e orientou:

“Vamos construir os caminhos por onde a grama já está baixa.”

Na verdade, todo o dinheiro que já havia sido gasto só foi despendido porque as pessoas acreditavam que essa despesa era necessária. Podia ser uma grande sede para o convívio de todos ou uma pequena churrasqueira. Construir caminhos onde a grama está baixa é atender ao natural. É por ali que as pessoas passam e é por ali que o calçamento será mais útil.

A decisão de gastar seu dinheiro deve ser tomada da mesma forma. Onde ele será mais útil? Construindo uma piscina ou pagando o plano de saúde de seus pais? A decisão é sua, afinal o dinheiro é seu. Não existe uma regra a ser seguida, algo que determine o que é certo ou é errado. É uma avaliação individual, onde as prioridades também são individuais.

O correto ocorre quando você tem ampla consciência de que está dando a melhor utilidade possível ao dinheiro que é seu.

dar-ao-luxo-de-gastar-fortunas.title_site

Fonte: EXAME

Em que realmente vale a pena gastar?

Certo dia um sábio e seus seguidores resolveram criar uma área de retiro, bem longe da cidade, onde estariam distantes dos problemas do dia a dia. Além disso, poderiam deixar seus filhos brincar sem preocupações, livres e em segurança. Assim, passariam os finais de semana em silêncio, meditando e conversando sobre assuntos que lhes interessassem.

A decisão do grupo foi comprar uma grande área rural e nela construir o que passaram a chamar de “Clube de Campo”. Lá construíram casas modulares, sede, quiosques para churrasqueiras, lagos e piscinas. Plantaram uma grande extensão de grama e muitas árvores no que antes era um pasto. Também tomaram o cuidado de fazer uma pavimentação adequada para as ruas, de forma que os carros não atolassem na chuva nem levantassem poeira na estiagem. Contudo, ao final de um longo processo, eles se deram conta de que faltavam caminhos apropriados para as pessoas se deslocarem a pé pelo clube.

Logo os seguidores apresentaram ao sábio vários projetos de calçamento, com muitas alternativas para os pedestres. Alguns projetos simples, outros sofisticados, outros até mesmo significados. Enfim, muitas soluções para a necessidade recém percebida. Pacientemente o sábio recebeu e analisou cada uma dessas sugestões e orientou:

“Vamos construir os caminhos por onde a grama já está baixa.”

Na verdade, todo o dinheiro que já havia sido gasto só foi despendido porque as pessoas acreditavam que essa despesa era necessária. Podia ser uma grande sede para o convívio de todos ou uma pequena churrasqueira. Construir caminhos onde a grama está baixa é atender ao natural. É por ali que as pessoas passam e é por ali que o calçamento será mais útil.

A decisão de gastar seu dinheiro deve ser tomada da mesma forma. Onde ele será mais útil? Construindo uma piscina ou pagando o plano de saúde de seus pais? A decisão é sua, afinal o dinheiro é seu. Não existe uma regra a ser seguida, algo que determine o que é certo ou é errado. É uma avaliação individual, onde as prioridades também são individuais.

O correto ocorre quando você tem ampla consciência de que está dando a melhor utilidade possível ao dinheiro que é seu.

dar-ao-luxo-de-gastar-fortunas.title_site

Fonte: EXAME