Defensor Público Geral e Delegado da Polícia Civil participam de Seminário de Carreiras Jurídicas

Mais um Seminário de Carreiras Jurídicas – a 7ª edição – é promovido pelo curso de Direito da Faculdade PIO XII, nestes dias 16 e 17 de maio, com o Coordenador Gilvan Morandi e a Professora Claudia Leitte à frente.

No primeiro dia, os acadêmicos puderam contar com palestras do Defensor Público Geral do Estado do Espírito Santo, Leonardo Oggioni Miranda, e do Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Espírito Santo, Rodolfo Laterza.

O Defensor Geral falou sobre “A Defensoria Pública na defesa dos interesses da sociedade”. Oggioni explicou a função, o papel e o trabalho do Defensor Público. “Nós atendemos a população que não tem recursos financeiros para pagar um Advogado”, explica, em linhas gerais.

Segundo ele, os Defensores atuam em todas as áreas do Direito, mas em algumas a Defensoria Estadual está desenvolvendo núcleos especializados. “Um exemplo foi o Núcleo de Regularização Fundiária. Conseguimos vitórias para diversas famílias, com acordos institucionais, extra judicialmente”, explica.

Apesar dos pontos positivos, o Defensor Geral apontou pontos negativos, como a falta de pessoal atuando na Defensoria, e a falta de comarcas nos municípios do interior. “Infelizmente, não temos muitas vagas disponíveis, então, nos falta pessoal. Temos 350 Juízes e 350 Promotores, mas apenas 180 Defensores”, exemplifica.

Seminario-Carreiras-Juridicas-16-1 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-2

Polícia Judiciária

A segunda palestra da noite foi com o também Presidente da Federação Nacional dos Delegados de Polícia Civil. Rodolfo Laterza falou sobre “O Delegado de Polícia no Estado de Direito”. Ele traçou um histórico da carreira do Delegado de Polícia no Brasil, falou sobre as atribuições do cargo e também sobre a estrutura da Polícia Civil no Espírito Santo e as exigências necessárias para seguir carreira de Delegado.

De acordo com o Laterza, a Polícia Civil desempenha papel de Polícia Judiciária. “Entre as atribuições do Delegado de Polícia Civil está a formação do inquérito policial, desde as investigações até o relatório final, além de perícias e prisões que a polícia judiciária está apta a realizar – em conformidade com o ordenamento legal”, explica.

Nesta terça-feira, 17, acontece o segundo dia do Seminário de Carreiras Jurídicas, com a Promotora de Justiça, Maria Clara Mendonça Perim, e o Advogado Felipe Itala Rizk.

Seminario-Carreiras-Juridicas-16-3 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-4 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-5

Defensor Público Geral e Delegado da Polícia Civil participam de Seminário de Carreiras Jurídicas

Mais um Seminário de Carreiras Jurídicas – a 7ª edição – é promovido pelo curso de Direito da Faculdade PIO XII, nestes dias 16 e 17 de maio, com o Coordenador Gilvan Morandi e a Professora Claudia Leitte à frente.

No primeiro dia, os acadêmicos puderam contar com palestras do Defensor Público Geral do Estado do Espírito Santo, Leonardo Oggioni Miranda, e do Presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Espírito Santo, Rodolfo Laterza.

O Defensor Geral falou sobre “A Defensoria Pública na defesa dos interesses da sociedade”. Oggioni explicou a função, o papel e o trabalho do Defensor Público. “Nós atendemos a população que não tem recursos financeiros para pagar um Advogado”, explica, em linhas gerais.

Segundo ele, os Defensores atuam em todas as áreas do Direito, mas em algumas a Defensoria Estadual está desenvolvendo núcleos especializados. “Um exemplo foi o Núcleo de Regularização Fundiária. Conseguimos vitórias para diversas famílias, com acordos institucionais, extra judicialmente”, explica.

Apesar dos pontos positivos, o Defensor Geral apontou pontos negativos, como a falta de pessoal atuando na Defensoria, e a falta de comarcas nos municípios do interior. “Infelizmente, não temos muitas vagas disponíveis, então, nos falta pessoal. Temos 350 Juízes e 350 Promotores, mas apenas 180 Defensores”, exemplifica.

Seminario-Carreiras-Juridicas-16-1 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-2

Polícia Judiciária

A segunda palestra da noite foi com o também Presidente da Federação Nacional dos Delegados de Polícia Civil. Rodolfo Laterza falou sobre “O Delegado de Polícia no Estado de Direito”. Ele traçou um histórico da carreira do Delegado de Polícia no Brasil, falou sobre as atribuições do cargo e também sobre a estrutura da Polícia Civil no Espírito Santo e as exigências necessárias para seguir carreira de Delegado.

De acordo com o Laterza, a Polícia Civil desempenha papel de Polícia Judiciária. “Entre as atribuições do Delegado de Polícia Civil está a formação do inquérito policial, desde as investigações até o relatório final, além de perícias e prisões que a polícia judiciária está apta a realizar – em conformidade com o ordenamento legal”, explica.

Nesta terça-feira, 17, acontece o segundo dia do Seminário de Carreiras Jurídicas, com a Promotora de Justiça, Maria Clara Mendonça Perim, e o Advogado Felipe Itala Rizk.

Seminario-Carreiras-Juridicas-16-3 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-4 Seminario-Carreiras-Juridicas-16-5