Conselheiro da OAB ministra palestra de encerramento da Semana de Contabilidade

Para encerrar a XIV Semana de Contabilidade, o Doutor Sérgio Carlos de Souza, Conselheiro da OAB-ES, esteve na Faculdade PIO XII na noite desta terça-feira, dia 28 de abril, para ministrar a palestra “A Lei anticorrupção e os programas de compliance”. O palestrante abordou detalhes da Lei 12.846/2013, recém-aprovada.

IMG_4986semanac

Logo no início da palestra, ele frisou que o objetivo da Lei é proteger o patrimônio público. “Ela visa proteger o dinheiro, os bens e tudo aquilo que nós pagamos”, detalhou. O Conselheiro também destacou  que “essa preenche as lacunas deixadas pelas outras leis”.

IMG_4978Semanac

IMG_4982semanac

Na prática

Segundo o Doutor Sérgio Carlos de Souza, uma vez constatada a participação da empresa em um esquema de corrupção, além de ter que reparar o dano causado, ela pode ser multada em valores altíssimos. “A multa pode chegar a R$ 60 milhões”. Também está prevista na Lei a publicidade da corrupção. “A empresa terá que publicar em jornal de grande circulação o crime cometido, para que todos tenham ciência”, explica.

IMG_4988semanac

A Lei anticorrupção é recente e ainda pouco conhecida. Para saber mais, clique aqui. 

IMG_4991semanac IMG_4995semanac

Conselheiro da OAB ministra palestra de encerramento da Semana de Contabilidade

Para encerrar a XIV Semana de Contabilidade, o Doutor Sérgio Carlos de Souza, Conselheiro da OAB-ES, esteve na Faculdade PIO XII na noite desta terça-feira, dia 28 de abril, para ministrar a palestra “A Lei anticorrupção e os programas de compliance”. O palestrante abordou detalhes da Lei 12.846/2013, recém-aprovada.

IMG_4986semanac

Logo no início da palestra, ele frisou que o objetivo da Lei é proteger o patrimônio público. “Ela visa proteger o dinheiro, os bens e tudo aquilo que nós pagamos”, detalhou. O Conselheiro também destacou  que “essa preenche as lacunas deixadas pelas outras leis”.

IMG_4978Semanac

IMG_4982semanac

Na prática

Segundo o Doutor Sérgio Carlos de Souza, uma vez constatada a participação da empresa em um esquema de corrupção, além de ter que reparar o dano causado, ela pode ser multada em valores altíssimos. “A multa pode chegar a R$ 60 milhões”. Também está prevista na Lei a publicidade da corrupção. “A empresa terá que publicar em jornal de grande circulação o crime cometido, para que todos tenham ciência”, explica.

IMG_4988semanac

A Lei anticorrupção é recente e ainda pouco conhecida. Para saber mais, clique aqui. 

IMG_4991semanac IMG_4995semanac