O SOU – Serviço de Orientação Universitária – não entrou de férias. A Professora Paula Jenaína, Psicóloga que faz os atendimentos aos alunos, continua a atender em janeiro. Os atendimentos acontecem a cada 15 dias, tanto no período noturno (17h30) quanto no matutino (11h).

Segue cronograma com os dias e horários:

03/01 – noite

09/01 – manhã

17/01 – noite

23/01 – manhã

31/01 – noite

 

O que é o SOU?

O SOU É um serviço de apoio acadêmico e de orientação psicoeducacional, criado em 2011 para atender ao universitário da Faculdade PIO XII. No SOU o aluno dispõe de um acompanhamento psicopedagógico durante a sua permanência no curso, por meio de intervenções individuais e em conversas com professores e funcionários a respeito das relações acadêmicas.

No SOU o aluno dispõe de um acompanhamento psicopedagógico durante a sua permanência no curso, por meio de intervenções individuais e em conversas com professores e funcionários a respeito das relações acadêmicas. O SOU está presente em todos os cursos oferecidos pela faculdade PIOXII.

Muitas vezes a exigência das atividades acadêmicas, acrescidas das cobranças familiares, pode comprometer o equilíbrio psicológico do aluno, e levando-o a não se perceber capaz de atender a tais expectativas, acarretando desmotivação para o estudo, relacionamento precário com os colegas e abandono do curso. É comum alguns alunos apresentarem dificuldades de aprendizagem, problemas de ajustamento ao ambiente universitário e dificuldades psico-emocionais específicas, como baixa autoestima e baixa autoconfiança.

A partir destas constatações, o Serviço de Orientaçâo ao Universitário (SOU) desenvolve ações de orientação e acompanhamento psicopedagógico ao corpo discente da Faculdade PIOXII. Busca-se, assim contribuir para o desempenho acadêmico e bem estar do aluno, na medida em que este receba a orientação e o encaminhamento adequado.

O acompanhamento psicopedagógico realizado pelo Serviço de Orientação ao Universitário caracteriza-se por intervenções breves, diferenciando-se da clínica psicoterapêutica tradicional. O atendimento clínico de curta duração tem sido apontado, na área da Psicologia, como um modelo de ajuda alternativa às demandas psicológicas atuais no contexto institucional.

O que o SOU faz?

Recebe, acolhe e orienta o universitário, em suas dúvidas, questões acadêmicas e pessoais, além de apoiá-lo para o seu pleno desenvolvimento no papel de universitário.

Identifica obstáculos na estrutura e funcionamento institucional que impeçam o desenvolvimento educacional e informa aos órgãos competentes, solicitando providências e propondo mudanças que viabilizem melhores condições para o processo ensino aprendizagem, promovendo o desenvolvimento integral do universitário em suas necessidades específicas.

Como o SOU atua?

O Sou atua em questões relacionadas a:

Orientação nos estudos e acompanhamento das disciplinas.

Relacionamento Interpessoal.

Tomada de decisões importantes na vida universitária como: dúvidas com relação à escolha do curso e a permanência no mesmo, a formatura, o início da vida profissional.

Situações de ordem pessoal e familiar que possam interferir nos estudos.

Situações do estudante trabalhador, da estudante mãe, do estudante pai.

Situações de saúde física e psíquica que possam interferir no acompanhamento regular dos estudos.

Apoio as pessoas com deficiências.

Apoio ao egresso: orientação de carreira e oportunidades.

Apoio ao docente nas questões que envolvem o ensino-aprendizagem (aluno/turma).

Como fazer para ser atendido no SOU?

O aluno pode procurar o SOU por encaminhamento de professores, coordenadores, ouvidoria ou por demanda espontânea. O espaço oferecido possibilita ao discente expressar um sintoma, uma dificuldade específica que deseja compreender e/ou superar. Assim, o psicólogo acolhe as dificuldades psico-pedagógicas do aluno a fim de minimizar ansiedades e angústias vividas.

A demanda específica da pessoa é determinante para o tipo de acompanhamento profissional mais indicado (fonoaudiólogo, psiquiatra, psicólogo clínico ou outros). Assim, quando necessário, o aluno é encaminhado para atendimento especializado externo.

A condução do processo busca atingir objetivos específicos e pontuais na medida em que o psicólogo lida com tempo delimitado. No apoio psicológico breve, o profissional tem uma visão abrangente das possibilidades de propiciar ajuda psicológica. De tal forma, o profissional-facilitador propõe alternativas de ajuda; incluindo informação, orientação, aconselhamento psicológico breve, psicopedagógico, acompanhamento e encaminhamento.

Os atendimentos ocorrem, neste semestre, às terças e quartas-feiras, na sala onde já funciona a Ouvidoria da Faculdade.  A orientação é da Professora da Faculdade, a Psicóloga Paula Jenaína Costa.