No dia 1º de dezembro, 42 alunos do curso de Direito, e os Professores Gilvan Morandi, Marcio Effgen, Claudia Farinelli e Marcelo Loureiro (também Juiz de Direito) foram a Manhuaçu/MG e realizaram uma visita técnica a um presídio que aplica o método APAC.

A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (APAC) é uma entidade civil, sem fins lucrativos, que se dedica à recuperação e reintegração social dos condenados a penas privativas de liberdade, bem como socorrer a vítima e proteger a sociedade. Opera, assim, como uma entidade auxiliar do Poder Judiciário e Executivo, respectivamente na execução penal e na administração do cumprimento das penas privativas de liberdade. Sua filosofia é ‘Matar o criminoso e Salvar o homem’, a partir de uma disciplina rígida, caracterizada por respeito, ordem, trabalho e o envolvimento da família do sentenciado.

De acordo com o Professor Gilvan, Coordenador do curso de Direito, os alunos ouviram palestras ministradas pelos próprios recuperandos, visitaram todas as instalações, bem como almoçaram no refeitório junto com os demais recuperandos. “Foi uma visita ímpar, haja vista que no Espírito Santo não existe esse tipo de método sendo aplicado”, ressalta.